Investimentos Agroindustriais

Investimento na agroindústria (transformação e comercialização) inferior a 200 mil euros – Operação 3.3.2

Para beneficiar dos apoios previstos nesta açao é necessário que:

O Candidato,

  • Tenha um sistema de contabilidade;

  • Esteja legalmente constituído;

  • Possua uma autonomia financeira pré-projecto mínima de 20%, dependendo, respetivamente, se o beneficiário já desenvolve, ou não, atividade até à data da candidatura.

O Projeto,

  • Tenha como objetivo a primeira transformação de produtos agrícolas e/ou a sua comercialização (poderá consultar a lista dos CAE elegíveis no anexo I da portaria n.º 230/2014 de 11 de novembro);

    • Inclua investimentos elegíveis de valor igual ou superior a 10 mil euros e inferior ou igual a 200 mil euros (a adquirir após a apresentação da candidatura);

    • Tenha coerência técnica, económica e financeira;

    • Evidencie viabilidade económica e financeira.

Investimentos Apoiados:

  • Edifícios e construções, desde que diretamente ligados às atividades a desenvolver;

  • Vedação e preparação de terrenos;

  • Máquinas e equipamentos;

  • Equipamentos de transporte interno;

  • Caixas isotérmicas, grupos de frio e cisternas de transporte.

 

Limite  e Forma de Apoio:

Os apoios são concedidos sob a forma de subsídio não reembolsável, até ao limite máximo de 150 mil euros po beneficiário, durante o período de programação.

A percentagem de apoio:

  • 45% - Do investimento total elegível se a exploração estiver localizada em zonas menos desenvolvidas e com condicionantes naturais;

  • 35% - Do investimento total elegível para as restantes zonas de Portugal Continental.

 

 

Investimento na agroindústria (transformação e comercialização) superior a 200 mil euros – Operação 3.3.1

Para beneficiar dos apoios previstos nesta açao é necessário que:


O Candidato,

  • Se dedique ou venha a dedicar à transformação ou comercialização de produtos agrícolas;

  • Esteja legalmente constituído, caso se trate de uma pessoa coletiva;

  • Possua uma autonomia financeira pré-projecto mínima de 20% ou 25%, dependendo, respetivamente, se o beneficiário já desenvolve, ou não, atividade;

  • Tenha um sistema de contabilidade.

O Projeto,

  • Tenha como objetivo a transformação de produtos agrícolas e/ou a sua comercialização;

  • Proponha investimentos de valor superior a 200 mil euros e inferiores a 4 Milhões de euros de investimento total, por beneficiário;

    • Para os projetos de Agrupamentos ou Organizações de Produtores ou para projetos cuja matéria-prima provem maioritariamente da própria exploração agrícola, não há um limite máximo ao valor de investimento.

  • Apresente viabilidade económica e financeira;

  • Evidencie coerência técnica, económica e financeira.

 

Limite  e Forma de Apoio:

O limite máximo do apoio a conceder, sob a forma não reembolsável, é de 3 milhões de euros, por beneficiário. Acima deste montante, todo o apoio a conceder será sob forma reembolsável.

 

Níveis de Apoio por Beneficiário:

  • Taxa Base:

    • 35% sobre o montante de investimento elegível para regiões menos desenvolvidas ;

    • 25% sobre o montante de investimento elegível para as restantes zonas.

    • Estas percentagens podem ser majoradas, da seguinte forma:

      1. 10% - Se o projeto for promovido por uma organização ou agrupamento de produtores;

      2. 20% - Se o projeto incluir investimentos a realizar pelas organizações ou agrupamentos de produtores no âmbito de uma fusão;

      3. 10% - Se forem operações no âmbito da Parceria Europeia para a Inovação (PEI).

 

Contate-nos para mais informações.

                                                                                                                                                      (fonte www.pdr-2020.pt)