Emprego Jovem Ativo

 

Desenvolvimento de experiências práticas em contexto de trabalho por equipas de jovens, compostas por 2 ou 3 jovens desfavorecidos do ponto de vista das qualificações e da empregabilidade e 1 jovem qualificado, tendo em vista melhorar as suas condições de integração socioprofissional. Tais experiências desenvolvem-se no contexto de um projeto, com a duração de 6 meses, o qual integra um plano de inserção para cada uma das duas tipologias de destinatários. O acompanhamento dos destinatários é da responsabilidade de um orientador designado pela entidade promotora.

Objetivos:

  • Promover a integração socioprofissional de jovens, através do desenvolvimento de atividades que lhes permita adquirir competências sociais e relacionais, transversais ou específicas;
  • Promover o desenvolvimento e integração profissional de jovens não detentores da escolaridade obrigatória e em situação de desfavorecimento em matéria de qualificações, tendo em vista favorecer posteriores processos de qualificação escolar e profissional e melhoria das condições de empregabilidade.

Beneficiários:

Pessoas coletivas de natureza jurídica pública ou privada, com ou sem fins lucrativos.

Destinatários:

Jovens com idade entre os 18 e os 29 anos, inclusive, inscritos como desempregados no IEFP, e que se encontrem numa das seguintes situações:

  • Não possuam a escolaridade obrigatória e se encontrem em particular situação de desfavorecimento face ao mercado de trabalho, nomeadamente porque abandonaram a escola ou não concluíram o 3º ciclo do ensino básico;
  • Detentores de uma qualificação de nível 6 ou superior do Quadro Nacional de Qualificações (QNQ), ou seja, detentores, no mínimo, de licenciatura.

Incentivo:

Para os jovens destinatários:

  • Bolsa mensal, cujo valor é o seguinte:

o    293,45€ (70% do IAS) - para os jovens desfavorecidos em matéria de qualificações e empregabilidade;

o    544,99€ (130% do IAS) - para os jovens mais qualificados.

  • Refeição ou subsídio de alimentação;
  • Seguro de acidentes pessoal.

Para as entidades promotoras:

A comparticipação financeira do IEFP é baseada na modalidade de custos unitários, por mês e por destinatário, nos seguintes termos:

  • Jovens desfavorecidos em matéria de qualificações e empregabilidade: 390,24€
  • Jovens mais qualificados: 641,78€

Estes valores integram a comparticipação do IEFP nos seguintes encargos:

  • Bolsa mensal, financiada a 100%;
  • Alimentação, no valor fixado para os trabalhadores que exercem funções públicas: 4,27€/dia;
  • Prémio de seguro de acidentes pessoal: 7,83€.

 

Contate-nos para mais informações.